Campanha Voe por Joinville é lançada quarta-feira

#voeporjoinville

A fim de incentivar joinvilenses e moradores da região a se deslocar pelo Aeroporto Lauro Carneiro de Loyola, a campanha Voe Por Joinville será lançada nesta quarta-feira, 8 de maio, às 8h30, no segundo piso do terminal. Aberto ao público, o evento pretende mostrar os investimentos realizados nos últimos anos e a capacidade da unidade em aumentar o número de passageiros e voos. A ação, de caráter comunitário, é voltada a moradores, empresários, executivos, classe política, sociedade civil organizada e entidades.

Mais tempo, conforto e segurança serão os motes da campanha. E como resultado as peças têm vídeo institucional para uso em TVs e redes sociais; spots para rádios; outdoors no município, rodovias e cidades da região; conversa formal com autoridades do setor de aviação nacional; uso da hashtag #VoePorJoinville; e o apoio da imprensa. A ideia é também contar com a adesão de grandes empresas que investem alto na aquisição de passagens aéreas por outros terminais, como Curitiba ou Navegantes.

“Queremos desmistificar a informação de que Joinville tem voos sendo cancelados por condições climáticas. Depois, incentivar que na próxima viagem as pessoas escolham voar por aqui. Com isso acreditamos aumentar o número de usuários e ter mais horários e novos destinos”, avalia Danilo Conti, secretário de Planejamento Urbano e Desenvolvimento Sustentável. Segundo ele, a campanha será crescente. “Inicia-se com o lançamento e gradativamente vai ganhando as ruas com outdoors, veiculação de vídeos e outros conteúdos”.

Paralelamente, o Governo Federal segue com as tratativas para conceder o terminal para a iniciativa privada. Assim, a vinda do diretor de Serviços e Suporte Jurídico da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Gilvandro Vasconcellos, tem como objetivo informar sobre o andamento do edital de concessão. Existe a possibilidade de Joinville deixar o lote Sul e integrar o da região Sudeste.

Participantes

Integram o #VoePorJoinville a Associação Empresarial de Joinville (Acij), Associação dos Comerciantes de Material de Construção de Joinville (Acomac), Associação de Joinville e Região da Pequena, Micro e Média Empresas (Ajorpeme), Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Prefeitura de Joinville, Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Associação de Municípios do Nordeste de Santa Catarina (Amunesc), Câmara de Vereadores de Joinville, Joinville e Região Convention & Visitors Bureau, Sindicado de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc) e Associação Brasileira de Agências de Viagens de Santa Catarina (Abav), entre outras entidades.

Investimentos

Desde 2014, o aeroporto recebeu melhorias para oferecer mais conforto aos passageiros e segurança para as aeronaves pousarem e decolarem. O primeiro grande investimento foi a instalação do sistema chamado de Instrument Landing System (ILS), que permite aproximação a partir de 60 metros de altura e contato visual com a pista a partir de 550 metros. No primeiro ano de funcionamento, somente um voo foi cancelado por falta de visibilidade. Do contrário, seriam 102 pousos e decolagens não realizados.

Além disso, o aeroporto também recebeu equipamentos que facilitam a aproximação e o pouso em situações climáticas adversas (RNP-AR). Depois desses investimentos para a operação dos aviões, ocorreu a integração das salas de embarque e desembarque às aeronaves, conhecida como sistema ELO ou fingers terrestres. O local também ganhou obras de drenagem na pista, e o acesso ao Aeroporto Lauro Carneiro de Loyola foi duplicado.

Todavia, mesmo depois de todos esses investimentos, o número de passageiros tem se mantido próximo dos 500 mil por ano, mas há capacidade para operar com 1,3 milhão de pessoas. No Aeroporto Internacional de Navegantes, são 2 milhões.

Informações: Assessoria de Imprensa #VoePorJoinville

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *