Joinville receberá tocha dos Jogos Paralímpicos Rio 2016

A tocha dos Jogos Paralímpicos Rio 2016 irá percorrer seis cidades de quinta-feira (1) até quarta (7) de setembro. A grande novidade da chama paralímpica é o mecanismo de acendimento que ela possui: o calor humano.

O fogo que iluminará o Maracanã, na cerimônia de abertura será formado da união de cinco outras chamas que serão acessas no Brasil, e uma em Stoke Mandeville, na Inglaterra, que é o berço do movimento paralímpico do mundo.

A tocha paralímpica saíra pelas ruas e fará visitas em locais como centros de reabilitação e institutos de deficientes visuais. O fogo irá passar por Brasília, Belém, Natal, São Paulo, Rio de Janeiro, Stoke Mandeville e Joinville, que recebe a tocha nesta segunda-feira (5).

Cada uma das chamas simboliza um valor paralímpico: Brasília significa igualdade, Belém, determinação, Natal fala sobre inspiração, em Joinville há o sentido de coragem. São Paulo participa com o significado de poder da transformação e o Rio de Janeiro comunica sobre a paixão pelo esporte.

Além disso, o Comitê Rio 2016 lançou uma campanha virtual na qual pessoas do mundo todo podem enviar mensagem positivas via internet, com isso, acumulando energia suficiente para acender uma chama.

Para participar do movimento, basta postar nas redes sociais uma mensagem com a hashtag oficial e a hashtag do valor abraçado pela cidade. No site dos jogos, o público poderá acompanhar diariamente o mapa de calor gerado pelas mensagens enviadas via Twitter.

As cinco chamas chegarão ao Rio de Janeiro por estradas digitais e serão enviadas virtualmente para a cidade sede após o fim do revezamento em cada região. Na terça-feira (6), uma cerimônia de união das chamas formará a chama paralímpica no Museu do Amanhã. O evento marcará o início do revezamento na cidade, que terá duração de dois dias e mobilizará 360 condutores.

Confira a programação em Joinville:
7h — Chegada da tocha no aeroporto de Joinville e transporte até um hotel no Centro.
10h45 — Cerimônia no estacionamento do Centreventos Cau Hansen
11h45 — Cerimônia com apresentações culturais no Parque Zoobotânico (revezamento com dois condutores em área próximo ao lago)
12h20 — Mirante (apresentação de dança típica).
12h45 — Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville
13h15 — Sede da Apae
13h45 — Arena Joinville
15h40 — Sede da Associação Joinvilense para Integração de Deficientes Visuais (Ajidevi)
16h — Rua das Palmeiras – Centro – Início do revezamento em Joinville. Trecho de cerca de 6 quilômetros com chegada prevista para as 17h15 no estacionamento do Centreventos Cau Hansen
17h15 — Acendimento da Pira Olímpica

Fonte: Pan Rotas e A Notícia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *